18 julho 2009

Vemo-nos no caminho?

Hoje foi O dia! O dia em que nos deram o diploma que certifica o trabalho dos últimos 4 anos. Pediram-nos que levássemos connosco um vídeo para abrilhantar os nossos segundos de fama. Alguém teve um dia a fantástica ideia de começar sempre estas coisas por ordem alfabética portanto eu sou sempre a primeira...vá, eventualmente a segunda! Hoje não foi excepção e, logo após a Adriana, ali estava eu a subir ao palco, com honras de ser chamada como gosto! Infelizmente o vídeo não passou como devia mas não foi isso que estragou a festa! A pedido de algumas famílias aqui o deixo, até porque sei que muitos gostariam de ter estado presentes mas não conseguíram! Tem um pedacinho de todos aqueles de quem mais gosto embora tenha descoberto que não tenho nenhuma foto com algumas pessoas que me são mais especiais. Em alguns casos consegui dar a volta à questão e juntar algo simbólico :) Obrigada a todos por cada pedacinho vosso que me enche o coração...




p.s.: Ficou a faltar o Tiago,
amigo com A grande, de quem não tenho nenhuma foto :O temos de colmatar esta falha pá!

6 comentários:

Ciclideo disse...

Amiga C.

Mesmo não tendo partilhado esta aventura, consigo entender a importância deste momento. Este é o fechar de um ciclo e o início de outro (ao que parece a vida é assim mesmo, dizem). Agora, resta-me desejar-te toda a sorte para o caminho seguinte e que te sintas sempre realizada. Não sei se reparaste mas desejei-te sorte, não especificando se boa ou má. É que para mim, por vezes é difícil saber distinguir ambas e algo aparentemente menos bom, revela-se posteriormente em algo fantástico e vice-versa. Enfim, espero que isto faça algum sentido :P

Para terminar, quero dar-te os meus parabéns e deixar-te um abraço de felicitações (é parecido com um abraço comum mas com a particularidade de incluir um orgulho bastante particular. E um sonoro: VIVA!). Bem, pelo menos os meus costumam ser assim, lol.

Pronto, agora vou tentar dormir se o vento me deixar :)

Espera, dito assim parece que durmo ao relento... mas não! É o barulho do vento na minha janela

:D

Beijocas

c. disse...

Amigo Ciclideo :P

a sorte, a sorte...isso dava pano para mangas meu caro! às vezes quase que me sinto grata pelos maus momentos pois é nessas alturas que surgem as melhores surpresas! o caminho foi longo (está um post no forno!) e assumo que este meu espacinho foi muitas vezes o espaço em que vim buscar um sorriso. assim, esta vitória é devida a todos os que, de uma maneira ou de outra, me foram desafiando a ver mais além...

fico feliz por conhecer o teu abraço de felicitações :) pela tua descrição quase consigo senti-lo! recebe de volta o meu abraço de agradecimento sentido (é semelhante aos meus outros abraços - são sempre sentidos! - mas nestes eu acabo sempre de lágrima ao canto do olho que tento disfarçar com uma piada parva qualquer)

quanto a dormir ao sabor do vento compreendo-te bem...vivemos na terra do vento! mas às vezes sabe bem porque parece que dormimos ao relento. as saudades que tenho disso...

até já e obrigada
**

Luís Filipe C.T.Coutinho disse...

Quando se chega ao final de uma etapa sente-se um vazio não é?
beijo

c. disse...

...sim Luís, é isso mesmo!
Resta apenas um enorme vazio rodeado de muitas dúvidas e incertezas.

**

Tiago disse...

POIS é, agora vais ter de criar um vídeo de 2 longos minutos, só dedicado a mim. E vais ter de o transmitir na RTP antes do jornal, ou então na TVI antes da novela.

Caso contrário, nada feito.

c. disse...

sim, no próximo fim-de-semana levo a câmara e filmamos as aventuras :P e depois pomos logo no youtube LOL vais fazer sucesso...vão chover miúdas à tua porta! Aliás: MULHERES!