05 dezembro 2008

vidas alternativas #1

E agora começávamos tudo outra vez. Eu dizia que ainda acreditava no amor que nunca chegou, apesar de me quererem vender que tal coisa não existe. Tu contavas-me as tuas estórias, mostravas-me as fotos que foste tirando. Segredavas-me as tuas ilusões que não ousas admitir a ninguém. Eu falava-te das minhas feridas que insistem em não sarar. Provava-te que não tenho segredos. Só medos. Abria o coração para que me visses por dentro, para que conhecesses o mundo como eu o vejo. Tu contavas-me também das tuas desilusões e da tua vontade de estar, de sentir, de ser mais. E eu sorria enquanto me davas a mão e dizias que agora tudo ia ser diferente. Porque agora estes braços que me confortam não me iriam abandonar. Porque afinal as tuas palavras eram mesmo para ficar, até ao dia em que a minha alma deixasse de sentir.


11 comentários:

j. disse...

cada vez mais parecidos.

(vou ser banida, não vou?) ;)

beijinho mon amour*

Agre e Doce disse...

Tá lindo, minha querida, lindo!*

angel_of _dust disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
angel_of _dust disse...

... e era bonito. e nós gostávamos. mesmo que ninguém gostasse. nós sim.

c. disse...

j:
...por muita asneira que digas (ainda) não estás na lista de pessoas a banir da minha vida :)



angel_of_dust:
...e desta vez arriscávamos. porque as noites de Inverno são mais quentes quando divididas. porque a lua é mais bonita quando vista de mão dada. porque tudo nos parece mais fácil quando partilhado. ou apenas porque sim...não será suficiente?
**

j. disse...

diz que são asneiras, diz :P

JHB disse...

Poder começar do princípio e vencer o medo dizendo tudo o que temos para dizer... Era bom, tão bom.
Mas é difícil, tão difícil.

Anónimo disse...

Saltitando de blog em blog cheguei aqui e desde então tenho visitado.

Temos gostos parecidos, estou a ouvir isto agora, espero que gostes tb.

http://www.youtube.com/watch?v=vc-bsBVbJEs&NR=1

Parabéns, está muito bom.
*

c. disse...

JHB:
...é dificil, tão dificil. mas sabe tão bem deixarmo-nos levar pela ilusão de que um dia seremos capazes de começar de novo. sem medos. só sonhos :$

anónimo:
Bem-vindo ao meu espacito. obrigada pelo vídeo. gosto muito dessa senhora e em especial dessa musiquinha. é bom saber que há mais alguém a sofrer do vicio de saltitar de blog em blog...é dificil parar :)
Até breve...

diana disse...

Que texto maravilhoso!!! Emotivo. Sensível. Adorei o teu blog, sabias?

c. disse...

diana:
Obrigada pela visita e pelas palavras...agora que sabes o caminho, a porta estará sempre aberta para as próximas visitas ;)