24 março 2015

Há palavras que requerem uma pausa e silêncio




Ponho o ouvido à escuta de encontro ao mundo:
ouço-me para dentro. Mal posso
dar no mundo um passo
sem tremer: sinto-me
balouçado num sonho imenso, ando
nas pontas dos pés.
                                E estou só e a noite.


Herberto Helder



(e há vidas que requerem ser perdidas aos poucos, como quem nunca
 chegará a partir) 

Sem comentários: