10 fevereiro 2014

vidas alternativas #9



talvez aconteça a todos. momentos em que mal sabemos onde estamos. muito menos onde queremos ir. talvez isso não seja um problema. quem sabe se não será a garantia de chegarmos ao destino. mesmo que à partida ainda não saibamos qual é. um dia acordamos com um vazio. aquele que nos vai roendo por dentro. que nos obriga a agir. mesmo sem saber como. só sabemos que é preciso fazer qualquer coisa. combater a inércia dos dias. a rotina das horas que não param. é preciso voltar a sentir. calar aquela dormência que nos consome. e então tomamos uma decisão. se é que assim se pode chamar a algo que não depende inteiramente de nós. é uma coisa que vem lá de dentro. onde moram todas as coisas que nem sempre queremos ver. onde guardamos as fraquezas que queremos camuflar com a ilusão do movimento. com as sombras que vamos deixando pelo caminho. aquele que percorremos cheios de certezas. pelo menos para quem nos vê de fora.

Sem comentários: