09 outubro 2008

Doçuras


Era uma vez um pacote de açúcar que foi conhecer o mundo dentro de um envelope e que se perdeu algures pelo caminho sem nunca ter conhecido o destinatário. Consigo levava uma carta sentida e uma lição importante que nunca chegaram a ser lidas por quem as esperava.


Quem sabe o que está certo
e não o faz ou tem falta
de princípios ou de coragem


Confúncio in Pacote de açucar


...é que por estes dias assenta-me que nem uma luva! Porque será tão dificil deitar os medos para trás das costas e assumir a minha vontade de fazer o que me parece certo? Porque será que escolho sempre o caminho mais longo para chegar onde desejo?


Moral da história: se querem fazer chegar uma mensagem importante a alguém...esqueçam os ctt!


12 comentários:

Agre & Doce disse...

Espera, espera... isso não está certo.

O post correcto seria:

"Se querem saber o que está certo, vão almoçar com o Tiago num restaurante vegetariano manhoso, algures para os lados do largo do Príncipe Real".

LOL

c. disse...

espera lá que isso levanta outras questões:

...mas quem é o Tiago?

...porque é que levas as moças a restaurantes manhosos?

...o que é que tu andas a fazer no príncipe real?




p.s.: ao menos tu já interiorizaste a mensagem...tivesse eu a mesma coragem de fazer o que sei ser o mais correcto ***

Barrabás disse...

Ei! Ei! Não vamos recomeçar com o pacote de açucar, pois não???

Pelo menos já sei o que diz(ia)! Pena que o resto da missiva se tenha perdido!

Por ultimo, mas não menos importante: MORTE AOS CTT!!!

c. disse...

oh...já nem sei que diga :(

...terá sido um sinal divino (via CTT) de que devia era estar quietinha em vez de escrever (e pensar!) asneiras?!?

é que isto de abrir o coração numa carta que depois nunca chega ao destino tem muito que se lhe diga...juro que ando a pensar muito seriamente no caso :(


p.s.: já te disse que tenho saudades tuas? muitas? é possível que não...

Agre & Doce disse...

A moral a tirar da história é simples: nunca deixes para amanhã, o que podes fazer agora.

Ah pois é, ah pois é, que aquele pacote de açúcar devia ter sido entregue rapidamente.

Barrabás, porrada nela!!!

c. disse...

:( que volta teria levado a minha vida se o tal pacotinho tivesse chegado ao destino, acompanhado pelas minhas palavras?!?

...uma coisa é certa, ou isto melhora rapidamente por estas bandas ou terei de processar os CTT por terem arruinado a minha vida :S

Gonçalo R. disse...

O pacotinho de açucar está provavelmente certo... por dentro e por fora!

Por isso, não mates a cabeça com a embalagem e prova o que trás dentro... dizem que é doce, energético, desejavelmente contagiante;)

A embalagem nunca pode ser mais importante que o conteúdo (e tu, bem o sabes :)

Bjis,

Gonçalo

c. disse...

gonçalo,

ora aí está uma dica acertada ;)

Sim, eu sei que o mais importante é sempre o conteúdo mas também sei que nem sempre se encontram recheios muito doces...e é uma pena quando nos iludem com doçuras que acabam por nos deixar um sabor amargo na alma...

1 beijinho *

c.

Gonçalo R. disse...

Catarina,

Bem sei que é algo desagradável provar vinagre saído de um pote de mel ... arghhhh :( Mas, como bem dizes, nem sempre isso acontece e há que continuar a tentar...

De qualquer jeito, o açucar é como o algodão... não engana! ;)

Bjis,

Gonçalo

c. disse...

sim gonçalo, é questão de continuar a procurar alguém fofinho como o algodão...e que também não engane :S

***

Gonçalo R. disse...

que não engane e que não SE engane... quantas vezes o problema é essencialmente este...

de qualquer jeito, creio que as relações não têem que ser infinitas no tempo... antes emocionalmente intensas, sem dependências, arejadas, libertas de preconceitos, enfim... ;)

Bons sonhos. Bjis,

Gonçalo

黃立行Stanly disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.